Capa > Home > Curiosidades sobre os Cães

Curiosidades sobre os Cães

Audição

Este é um dos melhores sentidos sensoriais dos cães e permite que eles ouçam sons não audíveis pelos seres humanos. Este diferencial permite aos cães seguirem pista de presas e se comunicarem uns com os outros.

Visão

Quanto mais os olhos tendem para os lados da cabeça, mais os cães ficam inteirados do que ocorre à sua volta.

Quando comparado com os homens, os cães têm uma melhor visão de observação de todo o ambiente enquanto os homens têm mais noção de profundidade, porém com o campo de visão reduzido.

Comunicação

Os uivos são ruídos básicos que, normalmente, são emitidos por cães muito solitários e, provavelmente, tratam-se de um ruído para manifestar o desejo de uma companhia. Trata-se também de um ruído que contagia o grupo todo e, dessa forma, funciona como meio de comunicação a longa distância entre grupos diferentes. Apesar de normalmente não ouvirmos a resposta de um outro grupo distante de cães, é provável que a excelente audição do cão seja capaz de ouvir a resposta.

O uivo também é um som com algumas conotações sexuais. Os machos mantidos separados das fêmeas, que estes sabem estar no cio, podem uivar continuamente e elas podem responder da mesma maneira.

Finalmente, existem ainda outros sons emitidos pelos cães como: guinchos e grunhidos. Todos os sons têm algum significado na comunicação, sem que seja necessário associá-los a um determinado comportamento ou comportamentos.

Em algumas raças, a reputação de latirem excessivamente pode ser uma expressão de monotonia por serem impedidos de dar vazão à sua energia acumulada e a monotonia.

Marcando com o cheiro

A urina dos cães apresenta substâncias químicas extremamente pessoais conhecidas como: feromônios. Os machos marcam seus limites e delimitam seus territórios com urina. Quando atingem a puberdade, os machos erguem a perna para urinar o que possibilita marcar postes e árvores. Os cães podem também arranhar o solo, deixando o cheiro das suas glândulas sudoríparas, fato importante no comportamento sexual.

Quanto ao fato da escolha dos lugares para a excreção, não são arbitrários. Uma vez determinado o lugar, é muito difícil mudá-los, pois estes são escolhidos através da associação com o olfato.

Portanto, é importante que os filhotes sejam supervisionados na sua excreção durante o período de treinamento doméstico para assegurar que o local de escolha não seja, por exemplo, o tapete da sala de visitas, pois depois de escolhido o lugar é muito mais difícil a sua mudança. Além disso, este local servirá de convite a todos os cães que vierem visitar a sua casa.

Meu cão come fezes. O que faço?

Não é raro que cães comam as próprias fezes e este assunto tem sido discutido se seria um problema nutricional, psicológico ou instinto, ou ainda uma combinação destes fatores. No entanto, há poucas evidências científicas que apoiam qualquer uma destas teorias. Como os cães são animas carnívoros e não têm em seu aparelho digestivo apreciável fermentação bacteriana, é pouco provável que tal fato nestes animais possa estar relacionado a um mecanismo para manutenção de uma adequada nutrição de vitaminas. Pode estar muito mais associado a fatores comportamentais, principalmente se seu cão se alimenta com produtos de alta qualidade.

Será que são mesmo carnívoros?

Os cães são classificados como carnívoros, assim como os lobos e tigres, caracterizados pela necessidade de comer grandes quantidades de nutrientes de origem animal como vísceras, carne e ovos. Isto está intimamente associado às várias características comportamentais, anatômicas e fisiológicas herdadas dos seus ancestrais como:

  • Glândulas odoríferas – importante na comunicação social e hierarquia dentro da matilha;
  • Comunicação corporal – os cães têm um sofisticado sistema de linguagem corporal como, por exemplo: orelhas de pé que é um sinal de alerta e posicionamento do rabo entre as pernas que pode indicar medo;
  • Pernas traseiras semi-rígidas – característica de caçador, pois necessitam de arranque e flexibilidade;
  • Audição apurada – mais uma característica de caçador, pois necessita de uma audição apurada tanto para perceber a presença da presa, quanto para localizar aproximação de predadores maiores;
  • Dentição – os dentes dos cães são totalmente adaptados para capturar, segurar e rasgar a presa;
  • Pés compactos – almofadas nas patas (coxins), dedos agrupados e garras expostas são também outras características de caçadores;
  • Olhos frontais – para melhor focalização da presa. Observe que herbívoros (normalmente presa dos carnívoros) têm olhos mais laterais quando comparados como os carnívoros, pois aqueles necessitam ter uma visão melhor do ambiente para não serem atacados;
  • Preferência por proteínas animais – certamente os alimentos com maiores quantidades de proteína animal são muito mais atrativos;

Portanto, não resta dúvida de que os cães preservam a grande maioria das características dos seus ancestrais carnívoros caçadores.

Cães com pedigree – O que é? Para que serve?

O pedigree é considerado uma certidão de nascimento, além de certificado de pureza racial. Nele ficam registrados o nome, data de nascimento, raça, cor, sexo, além de toda a árvore genealógica e todos os títulos de campeão e similares que estes cães tenham conquistado.

Para o proprietário que adquire o cão, o pedigree se torna uma segurança, pois na ficha do animal também constam a Entidade Cinófila que o cadastrou, o cadastro do criador e todo seu histórico de criação. Além disso, todas as garantias passadas pelo criador e o certificado da Entidade são amparadas pelo Código de Defesa do Consumidor em caso de falsidade.

Finalmente, lembre-se que na hora de adquirir um filhote, é importante analisar qual é a melhor raça que se adapta ao seu estilo de vida e também o histórico do criador onde irá comprar seu filhote para evitar possíveis problemas futuros.

Os cães sonham?

É muito provável que os cães sonhem enquanto dormem, porém muitos estudos devem ser feitos ainda sobre o assunto. Pelo menos suas demonstrações de movimentos enquanto dormem transparecem que o fato realmente ocorre. Especialistas afirmam que os cães sonham com odores, já que este é o seu sentido mais apurado assim como os humanos sonham com imagens, já que a visão é o nosso principal sentido.

Por quê os olhos dos cães brilham no escuro?

O fato dos olhos brilharem no escuro é devido a uma estrutura formada por células especiais que ficam dentro do olho e atrás da retina, e que têm a função de possibilitar aos olhos a absorção de toda a luz disponível no ambiente. Essa estrutura nos cães tem a cor amarelo esverdeado e essa é a cor que é refletida dos seus olhos quando iluminados.

Por quê os cães deitam de barriga para cima?

Isto é apenas um sinal de submissão do cão que é comprovado pelo fato deste oferecer o pescoço desprotegidamente como um sinal de confiança e respeito.

Os cães gostam de música?

Diversos cães reagem com prazer quando seus donos colocam uma música. Estilo de música mais calmo, como música clássica, convida-os a deitarem sossegadamente ao lado dos donos enquanto uma música mais agitada os fazem ficar mais aguçados e agitados. Os experts nestes assuntos afirmam que mais do que o estilo musical, o que desperta a atitude dos cães é a reação dos donos. Os cães são muito espertos na leitura corporal, ou seja, como nosso corpo reage quando escutamos música. Os cães às vezes podem ter preferências musicais, porém, provavelmente, estas estão muito relacionadas aos gostos e estado de espírito que desperta em seu dono.

Cão dula modal
X
Premium Ou Super Premium

Todas as rações alimentam o animal, mas nem todas ajudam a manter a saúde, a qualidade de vida e a beleza, pois não possuem as mesmas propriedades. O que muda entre essas categorias?

  • Tabela Comparativa
  • Os alimentos Premium no Brasil

Standard

Premium/Premium Especial

Super Premium

Origem Década de 70 Década de 80 Década de 90 (A PremieR pet foi pioneira)
Níveis
Nutricionais
Mínimos Formulações mais completas e balanceada com níveis nutricionais acima do mínimo recomendado Formulações mais completas, concentradas com níveis nutricionais ótimos
Ingredientes Ingredientes de baixo custo e qualidade Matérias Primas de boa qualidade nutricional Matérias primas de máxima qualidade e presença de ingredientes especiais que promovem benefícios extras à saúde
Formulação Variável Fixa Fixa
Consumo, aproveitamento e volume de fezes Alto consumo, baixo aproveitamento e fezes mal formadas e em grande volume Consumo intermediário, bom aproveitamento e fezes em menor volume: firmes e fáceis de recolher Menor Consumo entre as categorias, máximo aproveitamento e fezes em menor volume: firmes e fáceis de recolher
Saciedade
Foco Preço baixo Custo-Benefício Promover saúde, longevidade e qualidade de vida.

Os Primeiros alimentos industrializados que surgiram no Brasil, na década de 70, foram os produtos atualmente chamados de linha de combate. Embora já existam há bastante tempo, ainda hoje conservam as mesmas características: níveis nutricionais mínimos, ingredientes de baixo custo e qualidade, formulação variável (o que significa que na ausência de um dos ingredientes, ou na inflação de seu preço, os fabricantes substituem por outro de qualidade próxima, podendo ocasionar diarréias e além de má digestão do alimento) e fontes vegetais de proteína e gordura.

A linha de combate é comercializada principalmente em canais não especializados (supermercados, por exemplo) a preços extremamente acessíveis. No entanto são alimentos de baixa densidade nutricional obrigando assim o animal a ingerir uma grande quantidade para se sentir saciado e assim receber o mínimo de nutrientes necessários através do produto o que torna a relação custo/benefício desvantajosa.

Na década de 80 apareceram produtos mais elaborados, chamados de alimentos do tipoPremium, com níveis nutricionais superiores aos produtos de combate, mais palatáveis (mais sabor) e com controle de qualidade e matéria prima um pouco mais rigoroso. Porém, seguia a mesma filosofia nutricional de formulação variável e utilização da maior parte de ingredientes de origem vegetal. Além disso, acrescentaram diferenciais como corantes e aromas "culinários" artificiais além de formatos que buscavam unicamente agradar aos olhos dos proprietários de cães e gatos, sem agregar valor nutricional algum ao alimento.

Os alimentos Super Premium são originários na década de 90, e a PremieR pet foi pioneira no lançamento desta linha no Brasil. Apresenta os avanços nutricionais mais recentes e tecnologia de produção moderna, agregando ingredientes de alta qualidade além de suplementos nutricionais que a longo prazo oferecem maior qualidade de vida ao animal e conseqüentemente, maior longevidade. São vendidos em sua maioria, em canais especializados (clínicas veterinárias, pet shops e casas de rações), apresentam valor nutricional e focam na qualidade dos ingredientes e performance dos animais nos diversos estágios de vida. Os alimentos Super Premium apresentam custo benefício melhor, por proporcionarem alta digestibilidade e densidade energética permitindo alta qualidade nutricional além de uma menor ingestão de alimento. Além disso, reduzem o risco do aparecimento de doenças nutricionais no decorrer da vida de cães e gatos.

Ração PremieR pet: Alimento para cães e alimento para gatos

Você sabia?

Alimentos Super Premium apresentam níveis nutricionais mais elevados, atendendo não somente aos requerimentos nutricionais mínimos estabelecidos pelo Conselho de Nutrição Animal do NRC (National Research Council) e AAFCO, como também estados fisiológicos mais exigentes, tais como reprodução, treinamento e recuperação de estados patológicos de cães e gatos. Os níveis nutricionais ótimos devem estar em equilíbrio entre os níveis mínimos e máximos apresentados pela AAFCO (Association of American Feed Control Officials); Esses níveis são determinados por pesquisas "in vivo", que buscam condições ótimas de pelagem, desenvolvimento de musculatura e, principalmente, otimização de performance na reprodução e no sistema imunológico.

X