Menu
Match Pet

Conviver com um pet pode contribuir para a saúde mental

Quando um animal de estimação chega em nossa casa, a alegria toma o ambiente. Os dias mais difíceis são amenizados por pedidos de carinho dos pets que cercam os tutores de zelo e ânimo.


Cada vez mais estudos comprovam que os pets podem auxiliar no tratamento de quadros de depressão, ansiedade e estresse. Diversas empresas e hospitais já contam, inclusive, com programas de integração do convívio pet com colaboradores e pacientes.

Exemplos de atividades entre pets e tutores que contribuem para a saúde mental:– Atividades físicas: uma caminhada ao ar livre pode ser revigorante.
– Carinhos e brincadeiras: a sensação de cuidado e afago leva o tutor a se lembrar do quanto suas ações são importantes e significativas.
– Socialização: passear com o pet em locais comuns com outros tutores resgata o convívio social.
– Planejamento: pets precisam de rotina, e o senso de controle das atividades e horários contribuem positivamente no quadro de saúde mental.

Dividir o dia-a-dia com o pet, além de prazeroso, também pode trazer segurança, estabilidade e a lembrança do verdadeiro significado da vida, afinal, cães e gatos nos ensinam a amar!

Fonte: PremieRpet®

Voltar para a listagem